top of page
  • Leonan Gomes

Viagem do jovem Q.S Fernandes em busca do Demônio de Laplace

Era uma vez um jovem curioso, habilidoso na arte da investigação, seu nome era Q.S Fernandes (personagem fictício) que vivia em uma pequena propriedade. Fernandes tinha o entusiasmo de desvendar grandes segredos da humanidade e contar sua própria história.


Um dia, o jovem Q.S Fernandes, ouviu falar em um ser, algo não descritivo, que poderia descobrir o destino de cada pessoa e de cada objetivo, com uma precisão assertiva. Não... esse ser não era um cartomante, não pedia mapas mentais, o ser descobria através das leis da física, seu nome era: O Demônio de Laplace.



Imagem 1: ilustrativa do Demônio de Laplace


Intrigado para descobrir quem é esta criatura, Q.S Fernandes mergulhou em estudos em busca de compreender melhor o Demônio de Laplace e como poderia descobrir o futuro de todos. O jovem viaja por terras desconhecidas, lutando contra a sua ignorância, consultando os sábios e estudiosos em busca de pistas. Pela primeira vez, ele encontra uma pista: Descobrir quem é Laplace.


Animado com a primeira pista, Q.S Fernandes se dedicou a descobrir quem era Laplace e como esse ser misterioso estava relacionado a descobrir o destino das pessoas e dos objetivos. Ele mergulhou em livros antigos, estudou tratados de física e matemática, e pesquisou sobre os avanços científicos da época.

Q.S Fernandes descobriu que o Demônio de Laplace era uma expressão usada para descrever um conceito teórico proposto pelo matemático e astrônomo francês Pierre-Simon.


O físico acreditava que, em teoria, se fosse conhecido o estado exato de todas as partículas do universo em um determinado momento, seria possível prever com precisão o futuro e retroceder ao passado.



Imagem 2: Pierre-Simon Laplace


Essa ideia ficou conhecida como determinismo laplaciano, e o Demônio de Laplace era uma figura imaginária que, hipoteticamente, teria acesso a todas as informações sobre o universo, incluindo a posição e velocidade de todas as partículas, permitindo assim a previsão precisa do futuro. Entretanto, Q.S Fernandes percebeu que a teoria do determinismo laplaciano (se você souber o ponto inicial, tudo que acontecer depois estará pré-determinado) estava em conflito com os princípios de liberdade. O jovem estava, em princípio, livre ou não? Tudo que o aventureiro Fernandes fez já estava conduzido e feito pelo Determinismo?


Essa descoberta o intrigou ainda mais e o motivou a explorar ainda mais o assunto. Determinado a desvendar os segredos do Demônio de Laplace, Q.S Fernandes continuou sua jornada em busca de mais informações e pistas.

Ele buscou encontros com cientistas renomados, participou de conferências e debates, e mergulhou em discussões filosóficas sobre o livre-arbítrio e a natureza do tempo. Com o tempo, Q.S Fernandes percebeu que o Demônio de Laplace era mais uma metáfora para ilustrar a busca humana por previsibilidade e controle sobre o futuro.


Por fim, esse ser não é uma criatura com chifres que assombra. Em vez disso, é um experimento mental descrito há mais de dois séculos. Um ser que conhece o presente e, por meio dele, o passado e o futuro. O Determinismo de Laplace teve problemas, como o enfrentamento com a Mecânica Quântica. Então, o fato é que as leis da física estabelecem que uma causa leva a um efeito., não significa que todas as leis da física sejam determinísticas. A Mecânica Quântica diz que as partículas subatômicas realmente não obedecem às regras da mecânica clássica. Você não pode prever o comportamento, só pode realmente citar probabilidades.




REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS


What Is Laplace’s Demon? Does This Demon Know Everything?: https://www.scienceabc.com/pure-sciences/what-is-laplaces-demon-definition explanation.html


Famous Scientist:

https://www.famousscientists.org/pierre-simon-laplace/


Determinismo de Laplace:

https://revistas.anchieta.br/index.php/RevistaDireito/article/view/259/203







bottom of page