top of page
  • Foto do escritorMurilo Acioli

Matemática e Programação: A Simbiose Essencial para o Sucesso Tecnológico

Estamos acostumados a ouvir que: “Se você é bom em matemática, será um bom programador”. Mas será que isso condiz com a realidade, ou não passa de uma falácia? A resposta é: sim! Se você é habilidoso na matemática, muito provavelmente terá mais facilidade na hora de aprender computação. Mas porque isso acontece?


Para começar, precisamos entender que a matemática ajuda a desenvolver habilidades de raciocínio lógico e pensamento abstrato que são essenciais na programação. A lógica computacional se assemelha muito à lógica matemática, portanto, um matemático terá mais domínio e entendimento da teoria de computação, tendo mais facilidade de colocá-la em prática. Além disso, vários conceitos matemáticos como estruturas de dados, algoritmos e até aritmética básica são fundamentais para resolver problemas de programação, desde os mais simples, como criar uma calculadora, aos mais complexos, como criar um jogo, onde a matemática é essencial para lidar com a física, colisões, animação, gráficos, entre outros aspectos.


Muitas pessoas costumam dizer que para programar não é necessário saber muita matemática, apenas o básico. De certa forma eles não estão errados, mas deixar de se aprofundar na matéria é um grande erro. É verdade que em 99% do tempo um programador não vai usar muito mais do que aritmética básica, todavia, são esses 1% que diferem um bom programador de um excelente programador, é esse aprofundamento a mais na matemática que separa alguém que trabalha fazendo manutenção de sistemas antigos e obsoletos de um software engineer em uma grande empresa internacional, por exemplo.


Além disso, não são apenas os conteúdos matemáticos que ajudam na hora de se escrever um código, a prática desta matéria desenvolve habilidades importantes na computação, como mencionado no 2° parágrafo. Compreender a matemática é muito mais do que aplicar fórmulas e conceitos; é a capacidade de pensar de forma analítica e abstrata e de decompor problemas complexos em etapas menores a fim de encontrar soluções eficientes e elegantes. Tais maestrias são inestimáveis na programação.


Nesse sentido, mencionamos a criação de soluções mais eficientes, certo? Bom, essa é uma habilidade extremamente valiosa na computação. Quando dois programadores resolvem um mesmo problema, o que determina qual a melhor solução proposta é o nível de eficácia. O que indica a eficiência de um código é quanta memória foi utilizada e o tempo de execução. Para melhorar o desempenho de um código, na grande maioria das vezes se faz o uso de habilidades advindas do pensamento matemático, como por exemplo a técnica de “dividir para conquistar”. Esta consiste em dividir um problema em etapas menores, mais fáceis de serem resolvidas e depois juntá-las, geralmente com recursão, um conceito matemático. Isso acaba por reduzir a complexidade do código, um dos principais indicadores de uma solução eficiente.


Em síntese, o estudo da matemática é crucial para o sucesso na computação. Essa matéria fornece competências de abstração, raciocínio lógico e resolução de problemas, indispensáveis na programação. De fato, nem todos os programadores precisam dominar conceitos matemáticos avançados, contudo, a compreensão desses princípios pode diferenciar um bom programador de um excelente. Portanto, para aqueles que almejam se destacar no campo da computação, investir tempo para aprimorar as habilidades matemáticas é um caminho para o sucesso e realização profissional na área.


4 Comments


veronicagbs1
Mar 05

Gostei muito da linguagem simples que Murilo usou nesse artigo. Parabéns!

Like

Ediane Sales
Ediane Sales
Mar 05

Muito bom 👏👏👏

Like

joelma guedes
joelma guedes
Mar 05

Texto Excelente. Leitura agradável e enriquecedora. Muito bem escrito.

Like

Joanna Ávila Oliveira
Joanna Ávila Oliveira
Mar 05

Que incrível, sinceramente!

Like
bottom of page